Sobre a Hyundai Motor Brasil

A Hyundai Motor Brasil é uma montadora de automóveis atenta à qualidade de seus produtos, à satisfação de seus consumidores e ao bem-estar da sociedade.

Br_localcompany_121112
PLAY

Sobre a Hyundai Motor Brasil

A Hyundai Motor Brasil (HMB) é a 7ª fábrica da marca fora da Coreia do Sul e a 10ª no mundo. A empresa investiu US$ 600 milhões para a construção da nova unidade, localizada em Piracicaba, interior do Estado de São Paulo.
      
A cidade que sediará a primeira fábrica da Hyundai Motor Brasil (HMB) – Piracicaba - foi escolhida pela empresa por oferecer mão-de-obra de qualidade, boa infraestrutura e um parque de fornecedores locais, já instalados, de elevada competência técnica. Além da montadora, nove fornecedores sul-coreanos se instalaram em Piracicaba. A Hyundai também conta com outros 20 fornecedores brasileiros.
O projeto do Pólo Automotivo de Piracicaba pretende gerar 5 mil empregos diretos, sendo que 2 mil deles serão na Hyundai e os outros 3 mil em seus fornecedores. No total, serão cerca de 20 mil empregos indiretos.

Prev
Next

Sobre a Fábrica Hyundai em Piracicaba

A Hyundai iniciou oficialmente suas obras no Brasil em 25 de fevereiro de 2011. Ocupando uma área total de 1.390.00m2 e 69.000m2 construídos, a montadora desenvolve atividades de estamparia, carroceria, pintura e montagem final dos veículos. A capacidade de produção da fábrica é de 150 mil carros por ano, todos dedicados ao mercado nacional.
A primeira e maior máquina a chegar na fábrica foi uma prensa de 2,3 mil toneladas, entregue em outubro de 2011 e com capacidade para produzir 637 peças por hora. Conforme o molde instalado, ela será responsável por transformar chapas de aço em mais de 15 itens diferentes, como tetos, capôs, portas e pára-lamas. Outras três máquinas terminarão a conformação das peças com prensagens de mil e de 800 toneladas.
Três fornecedores estão na área da fábrica da Hyundai: Mobis, Dymose a Hysco. A Mobis é responsável pelo fornecimento de itens do painel, parachoques e grades. A Dymos faz o fornecimento de bancos. Ambos fornecedores abastecem a linha de montagem em um ritmo que possibilite a produção de 30 carros por hora. As peças chegam à montagem final por passarelas suspensas, que interligam os fornecedores e a Hyundai.

Já a Hysco recebe aço em bobinas e cortaras chapas que vão para a área de estamparia. A montadora lava as chapas internamente, processo que ajuda na redução das sujeiras que provocam caroços no momento de estampar a peça.
A fábrica de soldagem tem processo 98% automatizado e é dividida em body building, onde são soldadas as partes fixas do carro, como assoalho, laterais e teto, e body completing, para a solda de partes móveis como portas e capô.
Da solda, a carroceria vai para a fábrica da pintura por meio também de uma passarela suspensa. Lá, passa por banhos que removem resíduos restantes do processo de estamparia e solda e preparam o aço para a pintura, feita a base de água .
Toda a água que sai da fase da pintura vai para uma estação de tratamento de água interna, que segue todos os pré-requisitos para que a água seja devolvida à rede de tratamento da cidade sem resíduos.
Na fábrica da montagem final, o veículo recebe as peças vindas das outras fábricas e dos fornecedores e sai completo para o pátio, onde 100% dos carros produzidos serão testados.
A Inspeção Final realiza os testes elétricos e de rodagem, para medir desempenho, força de frenagem, motorização, torque, potência e rotação. O time da qualidade faz ainda uma verificação final de soldagem, pintura, ajuste das partes móveis e funcionamento de lâmpadas antes de enviar o carro à concessionária.
Para testar os carros, a planta conta com uma pista de testes de 3 quilômetros de extensão, com rampa de inclinação, utilizada para verificar a eficiência do freio de mão, torque para subida de ré e limitador de abertura de portas. A pista tem cinco diferentes tipos de piso que simulam, entre outros, lombadas, cascalhos e paralelepípedos.

A responsabilidade social da Hyundai

Desde 2010, a Hyundai promove ações de Responsabilidade Social no Brasil. A primeira iniciativa foi trazer o Happy Move Global Youth Volunteers ao Brasil. O programa é o maior de voluntariado na Coreia do Sul e consiste em enviar estudantes universitários para serviços de voluntariado em comunidades carentes de países pré-selecionados. O objetivo é que os universitários, futuros líderes, entrem em contato com culturas e realidades diferentes da sua, criando, assim, uma consciência global. O Brasil já recebeu cinco edições do Happy Move, que acontecem semestralmente. Mais de 400 jovens já participaram do projeto no Brasil.

Também voltada a alunos de ensino superior, a Hyundai fechou uma parceria com o Governo Brasileiro, por meio do Ministério da Ciência Tecnologia e Inovação (MCTI) e do Ministério da Educação (MEC), para apoiar o Programa Ciência Sem Fronteiras. O projeto tem o objetivo de promover a consolidação, expansão e internacionalização da ciência e tecnologia, da inovação e da competitividade brasileira por meio da utilização de 75 mil bolsas de estudos para promover intercâmbio a alunos brasileiros. Com este acordo, os alunos de graduação e pós-graduação que se inscreverem e forem aprovados pelo Programa Ciência sem Fronteiras, terão a oportunidade de estagiar na Coreia do Sul, com bolsas de estudo que serão subsidiadas pela Hyundai para o CAPES (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) e CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico), instituições envolvidas no programa.
Outro projeto social da Hyundai Motor Brasil é a Clínica de Futebol Infantil, que tem parceria com a Prefeitura de Piracicaba, por meio das pastas de Esporte e Educação, e com o Esporte Clube XV de Novembro, conhecido como XV de Piracicaba e principal time de futebol local. O projeto incentiva a prática de esportes na região e atende crianças matriculadas na Rede Municipal de Ensino. O objetivo da clínica é promover valores sociais e de cidadania. Este projeto permite que crianças visitem o Complexo Esportivo do Estádio Municipal “Barão de Serra Negra” e tenham contato com atletas, ex-atletas e representantes do clube que defende a cidade nos campeonatos estaduais.